Espontâneo

O que muda no sexo depois dos 50?

Procuro casal a 19661

Aí vem a fase das descobertas, da busca pelo prazer e, finalmente, a maternidade. Com a chegada da menopausa, outra quebra: a mulher passa a ter milhares de questionamentos e, com isso, acaba tendo que reaprender a lidar com sua vida sexual. Dos 15 a 25 anos: segundo Margareth dos Reis, psicóloga e terapeuta sexual e de casais do instituto H. Ellis, essa é a fase em que a mulher tem mudanças significativas no corpo. Além disso, a mulher passa a experimentar novidades em outros aspectos da vida, especialmente no trabalho ou na estrutura familiar - geralmente, quando sai de casa e passa a dividir o teto com outro alguém. Para Margareth, a palavra de ordem para manter a vida sexual em dia é administrar o tempo: ela precisa dar conta de todos os papeis que passa a exercer na vida, e é fundamental que aprenda a preservar um tempo para a intimidade com o parceiro.

Colunistas

Sabia que após os 40 anos a qualidade do sexo melhora significativamente? Julga-se que deve diminuir de intensidade ou até desaparecer. Para sabermos o que é que deve e pode ser feito para alterar a mentalidade vigorante, reunimos os conselhos de especialistas e os testemunhos de leitoras da Saber Viver. Samantha Jones é desinibida e sabe o que quer. Na leito e fora dela!

Mais Falados

Primeiramente, ao falarmos em falta de sexo em um relacionamento afetivo entendemos que o ato sexual é um quesito importante e a falta deste pode se tornar mais importante ainda. Assim, ao pensar em sexualidade masculina é comum imaginar que, parte das dificuldades que culminam em falta de sexo no relacionamento acontecem apenas a partir dos 50 anos de idade, certo? Veja aqui 10 razões pelas quais os homens perdem a libido. As questões sexuais têm afetado homens em diferentes fases da vida. É interessante saber reconhecer esse problema o quanto antes.

Menopausa e a chegada da idade seriam os grandes vilões. Descubra os mitos e as verdades

Ele chega em casa depois de um dia de trabalho pesado. Bem distinto do que era no início do relacionamento, quando bastava um toque na pele para sentir o corpo pegar fogo? O sexo rotineiro pode ser bom? Depende, diz a sexóloga Laura Müller. Um dos pontos positivos: com o passar do tempo, a cumplicidade e o entrosamento entre o par tende a aumentar. E isso faz bem ao sexo. O sexo flui com espontaneidade. Ou simplesmente se esquece de namorar - alerta Laura Müller.

Notícias relacionadas

Eu comecei um relacionamento que parecia ser um história de fadas. Com o perecer do tempo, houveram traicoes da minha peça e da outra pessoa, eu decidi declarar um basta nessa caso e fixar-se com a pessoa que eu patrão. Hoje, vivemos em desequilíbrio, muitas agressoes fisicas, traicoes da peça desta pessoa, e eu nao consigo fixar-se sem ela, admitido muita cousa pra nao perder esse aplique que infelizmente so me faz sofrer a cada instante. Resumindo, nao fiquem a tres, nao tenham relacionamento abridela, sempre vai haver uma profunda tristeza na viver de quem promove essa desempenho, e eu sei benefício do que estou falando.

Leave a Reply

Your email address will not be published.